segunda-feira, 20 de abril de 2009

Caco Coelho escreve sobre o Sarcáustico

Na edição do último dia 03 de abril, o diretor teatral e Coordenador do Projeto usina das Artes Caco Coelho dedicou sua coluna semanal do jornal "Correio do Povo" para o Teatro Sarcáustico. Dêem uma conferida nas palavras do Caco:

"A grande invenção do teatro no século passado foi a inserção do método científico na elaboração artística. A própria figura do diretor é um expoente dessa percepção. A consequência do surgimento desse fundamento é a geração do processo como eixo principal do trabalho do artista. Bertolt Brecht tornou-se o grande exemplar desse instrumento. Mas Brecht ia mais além, dizia que não bastava apenas ter progredido, o decisivo é permanecer progredindo. O ter progredido gera o direito e exige o ir adiante. A arte é um movimento constante, permeado pela humanização, objetivado na transformação. A arte deve querer sempre mais, daí seu símbolo ser o fogo eterno. Essa chama é o alimento vital que torna a arte um princípio sagrado. A formação deste círculo é que cria o ambiente para o desenvolvimento artístico continuado. A contaminação das pessoas por este ardor determina a fundação de uma companhia de teatro. Tudo passa, só a arte fica.
O Teatro Sarcáustico celebra cinco anos de trajetória, colocando em cartaz, por diversos espaços da cidade, cinco espetáculos do seu rico repertório. Cinco anos para uma companhia de teatro permite já trafegar na formação mais complexa das bases da linguagem cênica, permite uma visão da arquitetura dramatúrgica mais ampla e, sobretudo, fixa um grupo de trabalho em torno do qual ocorre o processo. O já reconhecimento desse grupamento de jovens artistas, todos eles, constatado pelo grande número de premios obtidos em mais de um espetáculo no recente Premio Açorianos, os impele a uma responsabilização ainda maior. Esta elaboração permite ver a constituição do estilo, que tem por vogal a irreverência, possibilitada por um trabalho esmerado que alia o movimento corporal e a palavra, embalados pela musicalidade. A sociedade deve agir com o intuito de preservar o seu espaço para a criação, por creditar a eles a capacidade de ultrapassar as fronteiras que desumanizam a vida."

Valeu mais uma vez, Caco, pela parceria e pelo apoio!
Postar um comentário

Leia também!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...