quinta-feira, 24 de março de 2011

Usina Polifônica 2011

Projeto Não-eu

A Usina Polifônica apresenta novidades em seu terceiro ano de existência. O espetáculo surgiu em 2008, nos 80 anos do prédio histórico, mostrando um drama de estações em que os grupos artísticos formam um representativo mosaico de linguagens.
A primeira Usina Polifônica do ano marca a abertura oficial do projeto Usina das Artes 2011 e homenageia os 239 anos de Porto Alegre. O espetáculo acontece no dia 25, sexta-feira, às 19h, no térreo da Usina. Entrada Franca.
Os destaques desta edição ficam por conta das vinhetas musicais da banda “Os Capotrastes”, que introduzem as performances dos nove grupos do Usina das Artes, e do fechamento com o Depósito de Teatro, quando o público será convidado a participar da Farra de Teatro no estacionamento da Usina. Através da Usina Polifônica se tem a oportunidade de compreender o processo de desenvolvimento de linguagem.

Programação Usina Polifônica
Grupo dos Cinco: “Você tem fome de quê?”, performance que trata do preconceito.
Eduardo Severino Cia. de Dança: “Glórias do Corpo”, fragmento do espetáculo.
Neelic: “7 em 7”, performance onde são feitas colagens de cenas de peças do grupo onde são apresentadas energias cênicas.
Ânima Cia. de Dança: “De um a Cinco”, dança de trio em cima da relação de corpos que dependem da confiança para enfrentar o risco.
Cultura Rock Club Coletivo de Arte: “O Verme”, performance de teatro experimental com cacofonia.
Teatrofídico: “Dragões”, fragmento do processo de criação do espetáculo, livremente inspirado em “Os Dragões não conhecem o Paraíso”, de Caio Fernando Abreu.
Grupo Jogo e Vai! Cia de Teatro: “Ilha de Desordem”, exercício cênico livremente inspirado no poema “Sangue na Sapatilha ou o Enigma da Liberdade”, feito por Heiner Müller para Pina Bausch.
Teatro Sarcáustico: "Projeto Não-Eu: Eu sou Narciso", experimento performático que integra a pesquisa de mestrado do ator e diretor Daniel Colin. Tal pesquisa, de caráter teórico-prática, se centra nos processos de criação do performer tendo o próprio corpo do artista como objeto de estudo. Investiga em que medida – e através de quais procedimentos - o performer consegue desconstruir/corrigir/transformar/reconstruir seu próprio corpo.
Depósito de Teatro: “Farra de Teatro”, uma cena desse grande espetáculo inspirado na Farra dos Atores, de Márcio Viana.

Serviço
O quê: Usina Polifônica – Grupos Usina das Artes
Quando: 25 de março, sexta-feira
Horário: 19h
Onde: Usina do Gasômetro – hall do térreo
Entrada Franca
Postar um comentário

Leia também!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...