quarta-feira, 18 de maio de 2011

Breves excertos das breves entrevistas com homens hediondos

"Trocar números de telefone. O tio-avô ou os avós ou alguma coisa de um cara do grupo de delito civil do Tad têm uma casa de veraneio nos arredores de Milford e nunca vão lá, com um telefone, sem secretária nem serviço de atendimento, então quando alguém para quem você deu o número especial telefona para o número especial, simplesmente fica tocando, tocando, então durante vários dias geralmente não fica evidente para a garota que o que você deu para ela não é o seu número de verdade e durante alguns dias permite que ela imagine que talvez você simplesmente esteja extremamente ocupado e indisponível e que talvez por isso também você não tenha telefonado para ela. O que evita a possibilidade de ferir sentimentos e é, portanto, admito, uma coisa boa, embora eu possa bem imag..." (B.E. nº 20)
Postar um comentário

Leia também!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...